quarta-feira, 9 de novembro de 2016

VEM AÍ - A FARSA DO ADVOGADO PTHELIN - No Teatro Municipal de São Pedro da Aldeia

O Novo trabalho da Cia. "Andança - Por um Teatro Livre", traz, como todo trabalho do diretor Italo Luiz Moreira, a marca de uma encenação completamente autoral. Italo faz questão de construir as cenas de forma a comunicar-se com seu mais profundo delírio. O jogo das personagens, numa ciranda que envolve o publico e ao mesmo tempo, cria simulacros que se trasnformam.  
Como sempre, Italo investe toda sua energia para formar um elenco sem pressa. A montagem funciona como oportunidade de desenvolvimento e crescimento para atores novos, desde que, sejam persistentes. Italo traz um arsenal de trabalhos de grande sucesso em Cabo Frio, nos ultimos 4 anos: "O Auto da Compadecida" de Ariano Suassuna, "O Inspetor Geral" de Nikolay Gogol e "Atlantic City" de sua própria autoria. Todos realizados com alunos do OFICENA, além de trabalhos feitos em outras fases do grupo "Andança - Por um Teatro Livre", como "O Círculo do Jogo" e "A Lenda da Senhora Criança Pedrdida", dramaturgia própria.

Para um ator, trabalhar com Italo é sempre uma oportunidade de crescer no
ofício de atuar. Experimentar o palco com um mestre é uma oportunidade
acima de qualquer coisa.
A Farsa do Advogado Pathelin, é um texto surgido por volta de 1460, e que não se tem conhecimento do autor, uma obra, no entanto, muito atual, já que denuncia mazelas, desmandos e a hipocrisia de uma sociedade que bem poderia ser Cabo Frio, por exemplo. Afinal, nada mudou. O mundo cresce, aumenta de população mas continua sempre envolto nos problemas clássicos da existência. As classes sociais se digladiam, na base da "farinha pouca, meu pirão primeiro"! Mas tudo continua igual. 
Quando vi nascer este trabalho, no início de 2016, sabia que seria uma longa viagem, e foi. A peça teve diversos atores rodando pelo elenco, mas alguns ficaram. Destaco aqui, o ator Carlos Antonio de Oliveira e a atriz Dandara Melo, ambos estudantes do OFICENA - Curso Livre de Teatro, do Teatro Municipal de Cabo Frio e que já participaram de diversas montagens do curso ao longos dos últimos anos.
Na mostra de grupos de teatro surgidos do OFICENA, em Abril de 2016, tivemos uma versão experimental da peça e já era um trabalho incrível, tempos depois, com mudanças no elenco, o trabalho foi ganhando profundidade, pesquisa e desenvolvimento, não sem um toque de mistério, pois, o segredo de um trabalho profissional é a alma. De forma sutil, o grupo fez suas pesquisas, encontrou-se em horários alternativos e experimentou alguns palcos e espaços não convencionais. Adquiriu vitalidade, ritmo e desenvoltura, cada vez mais, até encontrar seu coletivo mais dedicado.
A notícia boa é que o trabalho será apresentado no Teatro Municipal de São Pedro da Aldeia, e promete lotar, pois é, sem dúvida, um dos trabalhos mais esperados deste ano.

SERVIÇO:
A Farsa do Advogado Pathelin
Autor: Desconhecido
Diretor: Italo Luiz Moreira
Teatro Municipal de São Pedro da Aldeia
Hora: 20h
Ingressos antecipado R$ 10,00 
Ingressos na hora R$ 20,00


VEJA DETALHES SOBRE A PEÇA

Grupo Andança: Por um teatro Livre

Apresenta:
A Farsa do Advogado Pathelin.



Quando Portugual começou a fazer do Brasil sua colônia ( Sec.XVI), o governo monárquico enviou para o nosso país os jesuítas com intuito de catequizar os índios, trouxeram não só a nova religião para o nosso país, mas várias culturas diferentes que incluía: literatura, cristianismo e o teatro. A primeira forma de teatro que os brasileiros conheceram foi a dos portugueses com um caráter pedagógico baseado naturalmente nas escrituras sagradas. Nesta época, os maiores responsaveis por esses ensinamentos bem como a autoria das primeiras peças teatrais foram os padres Anchieta/ Antonio Vieira que perteciam a Cia de Jesus ORDEM ENCARREGADA DE LEVA O CRISTIANISMO PARA OS PAÍSES COLONIZADOS. Os séculos se passaram e com eles passou-se o périodo de catequização dos índios, da escravidão dos negros, mas a arte teatral foi aprimoranda, valorizada e sobreviveu a todos os conflitos existentes. Este novo momento que vive as artes cênicas no Brasil, principalmente em Cabo Frio nos remete a alguns questionamentos, sobretudo quanto á estilização desta arte milenar. QUE FICA APRISIONADA NOS GRANDES TEATROS/ CENTROS, QUANDO DEVERIAM EXPANDIR PARA PERIFERIAS, RUAS , PRAÇAS PARA PROLIFERAR E AMPLIFICAR. É com este viés que propomos abrir este debate com o nosso espetáculo.

SINOPSE

O espetáculo conta a história de uma farsa preparada pelo advogado decadente Pedro Pathelin, tendo como vítima o próspero comerciante de tecido senhor guilherme.

AUTOR: DESCONHECIDO
DIREÇÃO: ITALO LUIZ MOREIRA
COREOGRAFIA: MARCOS ROGEIRO 
FIGURINO: EZEQUIEL SILVA CASTRO
ILUMINAÇÃO; ITALO LUIZ MOREIRA
MUSICAS: MATHEUS DE CASTRO E ITALO LUIZ MOREIRA
PREPARAÇÃO VOCAL: MARCOS ROGEIRO/ O GRUPO
MAQUIAGEM; WESLEY DE ABREU/ O GRUPO
ELENCO: CARLOS OLIVEIRA 
DANDARA MELO 
HEROLD OLIVER
JOÃO MUNK
JORGE RODRIGUES 
MARIA APARECIDA BATISTA 
MAYRA ZOBRIST
VICTOR OLIVEIRA 



Nenhum comentário:

Postar um comentário