domingo, 1 de junho de 2014

FestSolos, aconteceu e veio pra ficar.

Surgida do OFICENA - Curso Livre de Teatro de Cabo Frio, a atriz
Kéren-Hapuk,  com sua personagem, a  palhaça Androgina Cianureta,
revelou  seu talento como apresentadora do FestSolos - 2014.
Desde 2013 estamos assistindo um renascimento do teatro de Cabo Frio, não que este estivesse morrido, longe disso, o teatro local sempre respirou, através de seus grupos mais históricos, entretanto, a falta de política pública para o teatro, deixou a cidade vivendo de seu próprio repertório, sem despertar para novas possibilidades. Isso não foi de todo ruim, mas a vida segue e precisamos abrir espaço para que novas gerações se apropriem do teatro local e o conduzam aos rumos necessários, condizentes com uma sociedade livre. Tem sido assim desde que o mundo é mundo e, nesse sentido, Cabo Frio não é diferente.
Precisamos pensar e viver um teatro que vá além da competição e premiação. É preciso que os novos artistas encarem a oportunidade como um prêmio em si e, dentro disso, se sintam motivados para criar sua linguagem, pesquisar sua estética sem uma banca examinadora dizendo o que é e o que não é bom.
Aparte isso, entendemos que os festivais de teatro, competitivos ou não, ajudam, e muito, a construir um universo favorável ao artista, e, dessa forma, o FestSolos, veio para contribuir, e contribuiu. 

Quebrando um Jejum de 10 anos, diretores emblemáticos do Teatro Local, junto com atores, e atrizes da nova geração
encontraram-se numa mesa redonda, para falar de teatro, para uma platéia jovem e interessada.
Foram mais de 40 artistas envolvidos entre mostra profissional, mostra livre, debate e oficina. Um evento nada tímido, que congregou um fazer artístico independente onde, as novas gerações, aliadas aos mais velhos, estão aprendendo e reaprendendo a fazer tudo. Encontrar um ponto comum entre o desejo de se mostrar para um público, com a necessidade de produzir e apontar caminhos, foi o que fez do FestSolos, mais uma possibilidade de definição de uma nova era do teatro de Cabo Frio.

O Voluntariado foi de grande ajuda para a realização deste evento.


Voluntariado presente e dedicado, fez toda a
diferença.
A presença maciça de jovens ligados ao OFICENA - Curso livre de Teatro de Cabo Frio, foi decisiva para tornar o FestSolos viável. Graças ao apoio da equipe do FESC, o festival mais antigo de Cabo Frio, com 10 anos de continuidade ininterruptas arrancamos a capacidade necessária para fazer com que este evento tivesse seu nascimento, cumprindo algumas normas importantes para a realização de um evento desta natureza. Sem dúvida que a participação da Caiçara Arts, definiu os parâmetros de produção que estávamos precisando para este pontapé inicial. Agora, é colocar a mão na massa e começar a pensar o FestSolos 2015 e com ele, continuar disparando um processo de fomento nas artes locais, formatando novas oportunidades dentro de modelos não competitivos de abordagem em encontros de teatro.
No mais, fica aqui nossos mais sinceros agradecimentos a todos os que apostaram nesse novo formato de evento teatral para a cidade e que, de alguma forma, mesmo não estando presenta, vibraram a favor, fazendo com que o fluxo dos acontecimentos na vida teatral de Cabo Frio, tenha ganhado mais um capítulo na possibilidade ampliar novos acontecimentos que amparem as novas gerações de artistas da cena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário