quarta-feira, 29 de junho de 2016

Quando o teatro vira festa cultural.

Cada vez mais unido e focado, o grupo teatral "TCC - Teatro Cabofriense de Comédia", faz uma festa junina e se afirma com a proposta de se tornar um grupo coeso e organizado. A caminhada é longa e difícil mas também é prazerosa e divertida. Segundo os integrantes do grupo, está valendo a pena todo esse esforço coletivo!

Disparada, música de Geraldo Vandré é a nova atração do coro cênico do TCC
FOTO: Manuela Ellon
Momentos vividos com grande empenho, amizade coletiva e respeito mútuo são a marca registrada do grupo que já está próximo a completar 2 anos de muita garra e dedicação ao teatro. No dia 25 de julho, o TCC, depois de praticamente um mês de planejamento, realizou sua primeira festa cultural, focada nos folguedos populares da festa junina. Um investimento na tradição culinária, musical e artística, trouxe aprendizado e firmou o compromisso de "aprender no fazer", como diria o grande mestre Guimarães Rosa.
A festa foi bonita e atingiu todos os objetivos propostos pelo grupo. Ofereceu bem estar aos participantes, fez-se alegre nos momentos necessários, e teve uma forte interatividade com os participantes. Foi também o momento em que o grupo apresentou em forma de Flash Mob a performance "Disparada", música inesquecível do compositor Geraldo Vandré e que ficou imortalizada no festival da canção da record, cantada pelo saudoso Jair Rodrigues. Dessa vez, a música ganhou uma charmosa direção vocal de Kéren-Hapuk.
Uma festa focada no mergulho cultural.
Outra novidade foi a primeira formação do grupo de "forró do tcc", mais um mergulho cultural e de aprendizado para lidar com um ritmo muito apreciado no Brasil todo. O forró, na verdade é um modelo de festa que contempla alguns ritmos nordestinos, senão todos, principalmente o baião, o xote e o chachado, são dos mais tocados.
Como não poderia deixar de ser, a QUADRILHA DO TCC, que foi uma bela atração envolvendo toda a festa numa dança divertida, coordenada pela nossa querida Jane Lacerda com a participação animadíssima da atriz bonequeira Tânia Arrabal. Foi um momento de alegria. Uma festa mais que linda, realizada num dos mais belos teatros independentes da cidade, o USINA 4. Espaço que está fazendo história na cidade.
Unidos, focados e responsáveis, o TCC fez bonito. Todos os participantes do grupo trabalharam sem parar e com um nobre objetivo, o de formar um capital coletivo para pagar a viagem para o Rio de Janeiro e fazer duas apresentações no teatro Carlos Werneck de Carvalho, a convite do projeto Bonecos no Parque, coordenado por Susanita Freire. O convite envolve uma logística complicada para um grupo novo e com 10 participantes, mas, graças ao talento para planejar e o espírito coletivo, o grupo venceu a primeira etapa desse processo, que era juntar dinheiro para fazer uma viagem e se apresentar.
A cada momento, cada dia, cada segundo, o grupo vem conquistando a cidade, por prestar um serviço relevante e voluntário para injetar energia artística e cuidar da sensibilidade de sua população. Jovens que descobriram, no OFICENA - Curso Livre de Teatro de Cabo Frio, uma capacidade além do fazer teatral, organizar-se e otimizar seu talento, gerando ações que ajudem a construir uma sociedade harmonioso e justa. Foi assim que, desde 2014, o grupo invadiu as praças de Cabo Frio e fez diversos shows beneficentes, além de participar de mutirão de bairro e apresentação em teatros, escolas e circos. Agora, próxima parada, o teatro Carlos Werneck de Carvalho, no Rio de Janeiro, nos dias 16 e 17 de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário