sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Declare guerra ao tédio e faça teatro nas férias!

Jovens do TCC - Teatro Cabofriense de Comédia,
um basta no tédio, férias muito bem aproveitadas!
Neste momento, centenas de milhares de jovens estão em casa assistindo TV, navegando na internet, trocando "figurinha" no whatsapp, curtindo as fotos dos "gatinhos e gatinhas" no facebook enquanto pensam no futuro. Provavelmente, muitos desses jovens estão de férias, passaram o ano estudando, sentados, individualmente numa cadeira escolar. Aqueles de melhor condição intelectual e oportunidades, desfrutam de um estresse ligado à alta performance exigidas em suas escolas de preparação para o mercado de trabalho. A grande maioria, no entanto, está entediada, esperando as aulas recomeçarem, para também viver o tédio do sistema educacional brasileiro. Sem laser, sem arte, precário e cheio de regras aprisionadoras da criatividade. Só me resta dar um conselho a esse jovem: FAÇA TEATRO!
A única saída é fazer teatro nas férias. Isso mesmo, "faça teatro nas férias". O teatro é uma válvula de escape para o prazer reprimido. Uma diversão barata que sociabiliza, testa nossas inteligências e nos abre as portas para um mundo mágico, não só, guiado pelas personagens das peças teatrais, vai além disso; o espaço criativo do teatro, permite que jovens falem sobre livros, namorem, descubram sua real identidade e se reinventem por algum tempo, pelo menos enquanto o "sistema educacional" não o convoque novamente para sua vida individualista. 
O jovem gosta de viver em grupo, trocar idéias, debater, discordar, polemizar, ações que parecem estar proibidas nas escolas, já que a rotina de se preparar para provas não oferece nada de criativo e, paradoxalmente contribui para criar uma geração cada vez mais alienada de si mesma e focada no consumismo de produtos, produtos e mais produtos.  Já o teatro é um prazer dentro do prazer de viver. O jovem que se dedica ao exercício criativo do fazer teatral, está focado na alegria e na descoberta do mundo do outro, já que "a personagem de uma peça" é o outro, encarnado na figura do ator amador, principiante ou profissional, que vai dando voz a conteúdos nunca explorados antes. Comparar a existência real com a da ficção e ir além, trocar energias com outros e transformar a dor e a solidão, em potência criativa e crescimento pessoal é uma forma, no mínimo interessante, de se viver a vida.
O teatro é um exercício de liberdade, que nos devolve a "honra" de ser quem somos, e num sentido mais amplo, nos dá a chance de repensar pensares e de recriar momentos e situações para alargar as possibilidades, não só da comunicação, como também, das descobertas da vida e do vivenciar e simular a própria vida. Já o futuro, todos sabemos o que esperar dele. As pessoas vão ficando adultas e chatas, começam a jogar suas frustrações nos filhos, proibindo-os de serem felizes em nome da construção de uma sociedade consumista, pobre de valores e sem nenhum companheirismo. Pessimismo à parte, todos já sabemos o que esperar do mundo adulto, mas o presente, dedicado ao teatro, à descoberta dos prazeres proporcionados por esta forma de existir, este presente, pode sim, mudar nosso futuro, nos dar uma luz sobre como interferir no mundo, já que não podemos evitá-lo.
Vá ao teatro, faça teatro e seja feliz. Aproveite as férias para ser protagonista e não um mero expectador de novelas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário