quinta-feira, 28 de março de 2013

A Retomada do Teatro de Cabo Frio.


Cursos de Teatro no TEATRO de Cabo Frio.

O entusiamos e o desejo de conquistar o teatro como filosofia de vida é
o anseio de quase 80 estudantes - Quem ficará até o fim?
No dia 18 de Março, um marco histórico, praticamente reinaugurou o processo do teatro no espaço do teatro Inah de Azevedo Mureb e que também é conhecido como Teatro Municipal de Cabo Frio. Uma multidão de estudantes de teatro, romperam a parede “invisível” que existia, para ocupar, ainda que receosos, o espaço que ficara por tanto tempo, funcionando apenas com o básico até que se tomasse as devidas providências. A notícia boa é que agora, Cabo Frio vai poder mergulhar, com auto estima, numa de suas mais fortes tradições artísticas locais, iniciar atores, dramaturgos, cenógrafos, etc, na cena teatral local, ajudando a pavimentar o caminho para uma conquista de outros espaços fora da cidade e dando luz e perspectiva para aqueles que desejam conhecer mais de perto a sublime arte de Fernanda Montenegro e João Caetano.
A aula inaugural foi estupenda, cheia de entusiasmo e com uma vibração forte vinda por parte dos alunos num encontro visceral com os professores Italomns Santos (Interpretação), Gabriela Assunção (Corpo) Beatriz Flores (Voz) e Jiddu Saldanha (Teatro Físico). Momentos inesquecíveis, logo no primeiro dia, revelou um grupo de estudantes decididos e entusiasmados, dispostos a percorrer os caminhos, as vezes de prazer, as vezes dolorosos mas sempre de crescimento pessoal, proposto pela arte do teatro. Nos períodos que se seguiram, as aulas de teatro tiveram o inimaginável, um crescimento de 60 para quase 80 alunos, obrigando-nos a criar uma lista de espera para um futuro curso a ser inaugurado no turno da tarde.
A experiência de juntar pessoas dedicadas ao teatro, num encontro com a nova geração de aspirantes a esta arte, em Cabo Frio, está mexendo com nossa estrutura, nos obrigando a estudar mais, renovar nossa pedagogia, assumindo uma responsabilidade a mais e levando nossos gestores culturais a pensar em implantar, no teatro, uma cadeia produtiva que dê assistência não só ás produções que estão por vir mas também, dar suporte a artistas profissionais e amadores da cidade.

MERDÃO INAUGURAL


Um comentário:

  1. Tudo é mais do que possível se o desejo de fazer for maior do que as dificuldades

    ResponderExcluir